quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Emagrecer: um meio para um fim

Estou bastante impressionada com o número de pessoas com peso “normal” (IMC entre 18,5 e 24,99kg/m²) e sem comprometimentos de saúde que têm vindo buscar minha ajuda para emagrecer. Pessoas que, em teoria, não precisam perder peso, nem por saúde e nem por estética, mas que ainda assim o desejam. E toda vez que eu pergunto “mas por que deseja emagrecer?”, a resposta é quase sempre a mesma: “para me sentir melhor”.

Muitos dos nossos desejos e compromissos têm por objetivo nos trazer mais propósito e intenção em nossas vidas, ou seja, têm como finalidade nos aproximar dos nossos valores mais íntimos. Estou lendo um livro muito inspirador que fala sobre isso, chamado “The vow-powered life”. 


A autora nos coloca que sempre devemos testar nossos objetivos perguntando “por que”, pois muitas vezes aquilo que consideramos como o objetivo final é simplesmente um meio para um fim. Exemplo prático que ela dá: ela tem como meta escrever pelo menos quatro horas por dia.

Por quê? Porque ela tem um deadline a cumprir.
Por quê? Porque ter deadlines a ajuda a entregar o livro pronto no período estabelecido.
Por que ela quer entregar o livro? Porque ela deseja escrever mais dois livros depois do atual.
Por que ela deseja escrever mais livros? Porque ela gostaria de ajudar as pessoas em sua jornada espiritual (ela escreve livros sobre meditação e qualidade de vida).
Por que ela quer ajudar as pessoas nesse caminho? Porque ela acredita que essa é a melhor maneira de reduzir o sofrimento desnecessário que nós mesmos criamos em nossas vidas.

Aha. Chegamos ao ponto em que o “por que” não se aplica mais. Podemos dizer que reduzir o sofrimento humano é um dos valores verdadeiros que orientam sua vida. O “escrever quatro horas por dia” é apenas um meio para um fim. Se ela tiver um derrame e não conseguir mais escrever, por exemplo, ainda assim ela poderá de alguma forma ajudar as pessoas em seu caminho espiritual.

Onde quero chegar com isso?

Tenho a sensação que, nos dias de hoje, com tanta gente querendo emagrecer, a perda de peso se tornou um meio para um fim. Se tentarmos aplicar o método citado pela autora:

Quero chegar aos 60kg (tenho 65kg)
Por quê? Para me sentir melhor.
Por que quero me sentir melhor? Para poder sentir mais autoconfiança.
Por que quero me sentir mais confiante? Para poder me expor mais, sair mais, sem me sentir inadequada.
Por que quero sair mais, me expor mais? Para talvez encontrar um relacionamento significativo.
Por que desejo encontrar um relacionamento significativo? Porque quero construir uma conexão profunda e duradoura com outro ser humano.

Sentir-se amado e em conexão com outra pessoa é um desejo válido e compartilhado por todos os seres humanos. Chegamos então ao ponto de que o que a pessoa realmente quer, no fundo, não é exatamente emagrecer, mas sim ter a possibilidade de encontrar esse relacionamento significativo. Então, mesmo que a pessoa não emagreça, de que maneira ela pode criar oportunidades e se abrir para que o que ela de fato deseja possa acontecer?

Vamos refletir sobre isso?

6 comentários:

  1. Respostas
    1. Manu super obrigada! Acho que vai gostar desse livro!!! :) Beijos

      Excluir
  2. Gosto muito de suas postagens, Carol. Mostram lucidez e sensibilidade. Sempre leio e aproveito muito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcia obrigada! Sem dúvida, muitos dos textos foram inspirados pela minha prática de mindfulness... Obrigada por fazer parte dessa caminhada comigo!

      Excluir